02 julho 2019

Iluminação Natural nos Interiores

fonte:google



Ha inúmeros artigos e pesquisas que falam da importância da iluminação artificial na arquitetura e como ela constrói o diferencial dos projetos de interiores. Percebe-se porém que, ha um número menor de estudos que recorde aos usuários de uma forma geral que  iluminação artificial é em termos fundamentais um complemento da #iluminação natural. Já comprovado cientificamente seus maiores benefícios físicos e psicológicos e a preferencia do usuário  pela iluminação natural. Desta forma, deve ser criteriosamente planejada essa integração no projeto luminotécnico. Isso também vale para  ventilação e o condicionamento de ar mas esse já é outro assunto.
 Em tempos de soluções efêmeras para tudo #projetar de forma integrada esses recursos é uma responsabilidade de projetos duradouros  e conectados de forma responsiva com  a perceção da finitude dos recursos naturais e do #conforto ambiental com alto desempenho.
Nesse intuito de contribuir com informação científica e pesquisa para a área divido aqui, artigo recém publicado de minha autoria em parceria com  professora Dra. Andréa Laranja - UFES na conceituada  revista científica Cadernos de Arquitetura da Puc Minas. #Gratidão me define. #Decordevida
 Só   clicar AQUI !




Soluções que contribuem para  a saúde do usuário,valoriza o ambiente interno e  economiza energia.

24 abril 2019

APTO EM VILA VELHA


Olha a  vista!!





Dia de visita a  obra de um projeto mara em andamento  na orla de Itaparica #VilaVelha. #decordevida #adrianabaccariprojetos 14 anos experiência atuando na grande Vitória .Com uma equipe multidisciplinar de #arquitetura a disposição.Vai reformar?, precisa de regularização de imóvel?,vem falar com agente atendemos todo ES. Email: baccariprojetos@yahoo.com.br


08 abril 2019

Quarto Feminino

Quarto  juvenil feminino - Perspectiva de projeto em andamento

Briefing: funcional ,charmoso e muito espelho  ela amou e nos também!!

05 dezembro 2018

Home Office

                                                                 PERSPECTIVA 3D - Baccari ProjetosTrabalhar em casa com saúde, sem perder a eficiência e a produtividade exige além de disciplina pessoal , um espaço  planejado para atender essa função. As mudanças do mercado de trabalho alavancadas pela tecnologia ,o aumento da violência urbana e as novas funções estritamente intelectuais, faz  do espaço Home Office uma demanda que veio para ficar. Assim como seu planejamento,afinal uma interrupção na hora errada por um agente doméstico inesperado pode significar  perda de credibilidade ou de um bom negócio nessa nova rotina. Nesse projeto nosso acima ,aqui em perspectiva 3D ,entregamos uma solução funcional,ergonômica e feminina sob medida, a  uma cliente com demanda  por um espaço personalizado para sua nova realidade de trabalho.Se esta fazendo o seu, atenção  a ergonomia do mobiliário e a iluminação são alguns dos itens primordiais para um ambiente saudável com  produtividade.

Fonte: ergomobiliariohuelva.
                                   Quer saber mais de nossos projetos? acompanhe nosso Instagram :@adbaccari.interioresou  #decordevida 




18 julho 2018

Dicas decor: Rede de Balanço no Portal TERRA

Gostaria de agradecer as visitas permanentes de todos vcs aqui no blog.Obrigado!!.
Passei aqui par dividir algo bem bacana com vocês.O Portal Terra me convidou a participar de uma postagem no Vida e Estilo,com um bate papo gostoso sobre decoração com rede.É aquelas de balanço mesmo.Curti muito !!! .Quem quiser dar uma olhadinha esta aqui ó.Redes de balanço também são decorativas.
A inspiração veio desse post que amo!! Idéia de Indio  .Obrigatória em algumas regiões do Brasil a rede continua super atual,é um legado cultural nosso.Além de ser uma delícia!!!.Segue mais algumas imagens para inspiração.





Curiosidades…


1….que a rede de dormir é um artefato legado dos indígenas da América do Sul e que não há registro algum da rede antes da descoberta da América.

2….que a primeira citação nominal em português da rede de dormir foi feito em 27 de abril de 1500 pelo escrivão da frota portuguesa, Pero Vaz de Caminha, na ocasião em que o Brasil foi descoberto.

3….Que não há referência antiga da rede fora da América. O português haveria levado a rede para a Índia e para a África.

4….Que de acordo com os registros colhidos até hoje, as redes possuem o sul americano.

5….que o nome “rede” foi dado por Pero Vaz Caminha (que é chamado “padrinho da rede”), devido à semelhança com a rede de pescar. Os índios a chamavam de “ini”.

6….que a rede indígena era tecida em cipó e lianas (fibra de palmeiras). Com a chegada dos portugueses, as mulheres dos colonos adaptaram a técnica indígena as suas varandas, substituíram o tucum e passaram a fazer a rede em algodão enfeitando-a com franjas.

7….que a manufatura da rede na sociedade brasileira dos primeiros anos do descobrimento e durante toda época colonial era ofício feminino, e que também sofreu influência dos jesuítas que ajudaram na sua disseminação em território brasileiro.

8….As rede eram uma herança familiar e que eram peças obrigatórias em todos os antigos inventários feitos no sertão.

9….que os portugueses criam, inspirados nas liteiras, a rede como meio de transporte, em que os colonos e suas famílias eram carregados em passeios pela cidade e até em viagens.

10….Que a cama na casa grande era uma obrigação protocolar, dormia-se na rede.

11….que a rede copiada pelos europeus no sec. XVI seguiu padrões planos, tal como as camas, onde se dorme no sentido do comprimento. Na rede indígena, ao contrário, deita-se na diagonal.

12….que a rede de dormir jamais se popularizou-nos outros continentes, porque o modelo importado foi o europeu, deformada em esteira esticada.



Fonte: CÂMARA CASCUDO, Luís da: Rede de dormir – uma pesquisa etnog


Abç a todos.

Adriana.




17 outubro 2017

Cozinha Residencial


Projeto Cozinha Residencial,a cliente solicitou um toque de cor e alegria na cozinha.Optamos pelo pastilhamento em vermelho e formica diferenciada no detalhe da marcenaria. 



Vai levar algo? Seja educado,cite a fonte.